Insatisfeitos com resposta do Regional dos Correios, vereadores prosseguem com abaixo-assinado junto ao Ministério Público

por Karynne Fernandes publicado 14/05/2019 11h33, última modificação 14/05/2019 11h34

Se Ipiranga do Norte quiser melhores serviços do Correios terá que pagar a mais para isso. É o que, em outras palavras, a Superintendência Regional dos Correios explicitou em sua correspondência de resposta ao Ofício n° 023/2019, da Câmara de Vereadores.

Há tempos os ipiranguenses procuram os vereadores para cobrar melhorias no atendimento local da estatal federal Correios. Longas filas de espera, mudanças frequentes nos horários de atendimento são um dos principais motivos de reclamações dos clientes a ponto deles mobilizarem um abaixo-assinado, encabeçada pelo vereador Marcos Vargas, para ser encaminhada ao Ministério Público.

Conforme a resposta dos Correios ao Ofício n° 023/2019, a agência ipiranguense possui lotação em seu quadro de pessoal para três empregados. Mas, em decorrência do desligamento de um funcionário -  a seu próprio pedido - bem como o afastamento por motivos médicos de outra, a agência conta apenas com uma funcionária pública efetiva e uma auxiliar contratada, essa última é paga pela Prefeitura Municipal. Além desta situação, a Superintendência dos Correios afirmou a impossibilidade de atender o pedido dos vereadores quanto a disponibilização de mais funcionários para o atendimento interno e externo. A justificativa é que diante do cenário político-econômico em que a Administração Pública Federal Direta e Indireta está passando, bem como o vencimento do prazo de validade do último Concurso Público de 2011 e as limitações legais para a contratação direta, impossibilitam a composição de mais efetivos na unidade ipiranguense.

Atualmente a Prefeitura Municipal de Ipiranga do Norte custeia o pagamento do aluguel do prédio da agência dos Correios e dispõe uma servidora para auxiliar nos trabalhos internos. Entretanto, diante desses fatores, a Superintendência sugere que, caso haja interesse, a Prefeitura disponha mais um servidor a fim de atender aos serviços de entrega das correspondências.

“É oportuno informar que, a prefeitura pode ceder outro servidor para os Correios, para execução de atividades externas, que pode contribuir para regularizar a distribuição externa, e caso haja interesse, nos oferecemos para mais esclarecimentos sobre o assunto”, escreve o superintendente substituto Rubens Antonio de Campos.

A resposta causou insatisfação aos vereadores da Casa. Pedro Alessandro pediu ao líder do Governo, Nelson Fernandes, que encaminhe uma cópia da resposta ao Executivo ipiranguense para avaliar a questão e complementou que “quando a Prefeitura assume uma responsabilidade que não é dela, ela está aceitando mais um sacrifício e ela está deixando de investir em uma responsabilidade que é dela para investir em uma que não é”, disse. Entretanto, ponderou que quem sofre de qualquer forma são os ipiranguenses e portanto “vale o sacrifício” da Prefeitura em dispor de mais um funcionário. Já Marcos Vargas afirmou que, mesmo com a resposta dos Correios, prosseguirá com o abaixo-assinado reivindicando as melhorias junto ao Ministério Público.


Leia na íntegra a resposta dos Correios:


 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.