Vereadores e assessoria Quality tratam sobre a educação de Ipiranga do Norte

por Karynne Fernandes publicado 26/10/2018 11h10, última modificação 26/10/2018 11h10

Na manhã desta segunda-feira, 22/10, o presidente da Casa, Pedro Alessandro Alves Nascimento, juntamente com os vereadores Cleonaldo França, Fabiano do Povo e Eluir Cavassin reuniram-se com a Quality Assessoria e Consultoria Educacional e a secretária de educação Michele Guerrieri. A ocasião teve como pauta a educação municipal ipiranguense, os trabalhos em desenvolvimento, bem como as perspectivas e os desafios locais.

O coordenador de projetos da Quality, o prof. Amaral Barbosa, classificou a reunião como muito produtiva pois teve a oportunidade de ouvir as preocupações dos vereadores, esclarecer as dúvidas e alguns boatos em circulação que tem sido alvo de cobranças aos vereadores. Com a iminência das eleições de 1° turno, uma reportagem intitulada “Educação do Mal” denunciou um suposto esquema de manipulação das avaliações do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) no município de Sobral/CE, cidade da família de Ciro Ferreira Gomes. O caso gerou questionamentos por parte de um grupo de professores ipiranguenses quanto a veracidade dos dados registrados pelo município de Pedra Branca/CE - cidade sede da Quality - destacado recentemente pelo Jornal Nacional como um exemplo de educação municipal que tem dado certo - mesmo em meio às dificuldades próprias do sertão nordestino. Distante de Sobral a 304 km, o prof. Amaral Barbosa afirmou que nunca trabalhou no município de Ciro Gomes e que Pedra Branca/CE, onde foi diretor, ganhou destaque nacional pelos trabalhos que estavam sendo desempenhados no desenvolvimento dos alunos e o resultado positivo do IDEB veio como consequência disso.

Destacou que a Fundação Lemann, juntamente com uma doutora em educação da Universidade de Campinas (UNICAMP), profissionais das áreas de  psicologia, ciências sociais e comunicação, desenvolveram o estudo intitulado “Excelência com Equidade” no qual avaliou diversas escolas públicas de bom desempenho, mas com baixo nível socioeconômico. Para o estudo, acompanharam minuciosamente durante 1 semana a rotina e as práticas pedagógicas da escola de Pedra Branca. Dentre os pontos de avaliação, foram analisados como eram feitas as articulações junto à comunidade, o planejamento, o acompanhamento em sala de aula, o engajamento dos professores, a forma de estudo e aprendizado, a interação entre professor e aluno. “Vejo que a prova maior do nosso trabalho é o resultado que vemos dentro da comunidade”, disse.  

Em Ipiranga do Norte, uma das preocupações dos vereadores da Casa era sobre a idoneidade da empresa em atuação junto à Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte e a perspectiva de melhoria nos resultados educacionais do Município. Atualmente o IDEB da Escola Municipal Nossa Senhora Aparecida registrou uma pequena queda em 2017, atingindo 6,1 pontos; o índice mais elevado foi em 2015 com 6,2 pontos. O resultado foi acima da meta, que era 4,8. Entretanto, em meio a reunião foram tratados os desafios que necessitam ser superados para prosseguir com o avanço do desenvolvimento da educação básica ipiranguense, no qual destacou-se a importância da união de todos os profissionais da educação para “abraçarem” o projeto e assim transformar positivamente os resultados dos educandos.      


 


registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.